Olá | Sair
Olá | Sair
O QUE VOCÊ PROCURA?

Saúde

Viver a Vida é qualidade de vida. Matérias e conteúdos com foco em bem estar e saúde, com dicas e novidades sobre alimentação, atividades físicas, cuidados e prevenção de doenças, entre outras coisas.

Sem tabus: libido e o sexo permanecem após os 60 anos.

Tempo de leitura: aproximadamente 5 min.

Sem tabus: libido e o sexo permanecem após os 60 anos. - Viver a Vida

Embora muitos acreditem que sexo é coisa para jovens e adultos, ele também é bem-vindo depois dos 60. Tabu durante muito tempo, a ideia de que a menopausa e a dificuldade de ereção marcavam o fim da vida e do interesse sexual caiu por terra. Médicos, sexólogos e outros especialistas garantem que o sexo na velhice pode ser até, melhor. O tema é avaliado com profundidade em matéria publicada pelo site AlôNews e que espelhamos aqui. 

“Temos uma cultura que vê assexualidade em quem envelhece. É um preconceito que não está associado somente ao sexo, mas em ter como crença de que ser velho é um demérito” avalia a professora do departamento de psicologia da PUC/Minas e gerontóloga Anna Cristina Pegoraro. 

I. A., 80, sabe bem o que é se sentir invisível. “Uma vez minha neta chamou amigas para se arrumar em casa e começaram a trocar as roupas enquanto eu assistia televisão. Tive que falar que eu sou velho, mas sou homem”, diz ele.

Para o geriatra Marco Gualberto Cintra,professor da UFMG, é preciso que se leve em consideração as características próprias de cada idade e entender o processo de envelhecimento evita frustrações. No homem é normal a redução de testosterona e espermatozoides, mas há formas de controlar o problema e há tratamento para a ereção. Na mulher podem ocorrer dificuldade de lubrificação e atrofia da pele, mas também existe medicação para isso. “O que percebemos é que a libido continua tanto para homens quanto para mulheres. Existem limitações físicas, mas sexo é mais do que penetração: tem afeto, carinho, diversas maneiras de o sexo continuar existindo. ”

Estudo publicado pela revista “JournalsofGerontology”, afirma que uma vida sexual saudável melhora o humor epesquisadores da Universidade de Oxford e Coventry no Reino Unido, descobriram que ele pode fazer bem ao cérebro. Os benefícios não param. Estudo da publicação científica “Journalof Health and Social Behavior”, associou a prática sexual à redução no risco de hipertensão. 

Apesar do tabu, um levantamento realizado pelo Projeto Sexualidade (ProSex), do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, mostra 66,7% das mulheres brasileiras com mais de 60 anos mantendo vida sexual ativa. E pesquisa feita pela American University, de Washington, sugere que mulheres com mais de 70 ou até 80 anos desfrutam do sexoem suas idades como uma fonte inesgotável de vitalidade. 

Se você está distante de sua juventude e ainda pensa o tempo todo “naquilo”, acredite: você está vivendo bem melhor.

+ vistos

Saúde

Descubra os conteúdos mais acessados pelos usuários Viver a Vida na última semana

Alimentos que nutrem: Dicas de combinações poderosas para deixar a sua alimentação mais saudável - Viver a Vida

Alimentos que nutrem: Dicas de combinações poderosas para deixar a sua alimentação mais saudável

Um aprendizado que 2020 nos trouxe foi a necessidade e a importância de nos preocuparmos […]

Abrindo a mente (e o corpo) para os Grandes Elementos - Viver a Vida

Abrindo a mente (e o corpo) para os Grandes Elementos

Vamos começar respirando fundo pra esse começo de viagem. Se você é mais conservador […]

Sem tabus: libido e o sexo permanecem após os 60 anos. - Viver a Vida

Sem tabus: libido e o sexo permanecem após os 60 anos.

Embora muitos acreditem que sexo é coisa para jovens e adultos, ele também é […]